31 de março de 2009

Uso de Preservativo Feminino

A Coordenação Nacional para a Infecção HIV/Sida e a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género lançaram uma campanha nacional que visa incentivar o uso do preservativo feminino, que chegou a estar à venda nas farmácias portuguesas mas saiu de circulação por não ter tido procura.

Pretende-se com esta campanha dar a conhecer o preservativo feminino e mostras ás mulheres que é uma boa alternativa para poderem garantir a sua protecção e prevenção de DST (doenças sexualmente transmissíveis)

A campanha vai decorrer nas televisões e visa despertar as mulheres a pedir informação juntos dos profissionais de saúde e aguçar as farmácias e distribuidoras a colocarem o preservativo feminino no mercado a preços mais apetecíveis.

O preservativo feminino tem a forma de uma manga e é constituído por dois anéis: um que fica dento da vagina e outro fica na zona exterior e cobre parte dos lábios vaginais e do clítoris.

O material é mais espesso do que o do preservativo masculino e assemelha-se ao de um saco plástico. Por isso, pode diminuir a sensibilidade, apesar de ser considerado mais eficaz na prevenção da VIH/Sida e de prevenir doenças do colo do útero.

Meninas vamos lá a aderir à campanha!!Adoptar uma nova atitude - andar com o preservativo feminino nas nossas malas, em vez de ficarmos à espera que eles tenham sempre o deles dentro da carteira. Parte de nós a decisão de usar ou não, vamos lá a ter mais poder e controlo sobre a situação.

Como se aplica:


video

6 comentários:

  1. Que merda esse video , tipo : por que ela não contou logo a ele que tava com uma camisinha , ?
    áh ?! , sabe de uma coisa , esse video poderia ser melhor se o homem estivesse com a camisinha e ela não , aí seria beeem melhor !

    ResponderEliminar
  2. Ao contrário do outro comentário, acho que até está bastante engraçado o video...No entanto penso que esta campanha não vai ter grande eficácia dado que pelo que já ouvi falar, por um lado, o preservativo feminino é mais difícil de se colocar e muitas optarão por não estar com esse "trabalho",e por outro diminui a sensibilidade...Ora se já o preservativo masculino se deixa de usar pela diminuição da sensibilidade, este ainda pior...Infelizmente as pessoas preferem arriscar-se do que se prevenir e por isso temos uma taxa crescente exponencial de casos de infectados com DST entre os heterossexuais, enquanto nos homossexuais e toxicodependentes se mantêm...Talvez uma boa politica seria fazer algumas distribuições gratuitas pelas faculdades, centros de saude e escolas. Sabe-se que hoje em dia as miudas se tornam sexualmente activas cada vez mais cedo, portanto seria uma boa forma de intervir ao distribuir este preservativo na escola.

    ResponderEliminar
  3. mano se fosse para ele tar com camisinha taria falando sobre camisinha masculina não feminina.

    ResponderEliminar
  4. padeiro filho da puta filipe13 de novembro de 2010 às 20:12

    eu nao xei uxar prexevativox eu xo xei amaçar pão...
    bjx fofox ahh eu xou gayyy

    ResponderEliminar
  5. Eu estou a dar AS DST e ñ gostei deste video, podia dar eles a fazer sexo

    ResponderEliminar
  6. Olá, sou uma rapariga e já usei o preservativo feminino. Desde já digo que é muito fácil colocá-lo e dá prazer na mesma! O problema das raparigas é que não gostam de tentar e de mudar a sua rotina de vida.
    Este preservativo faz, até, com que as raparigas não sintam tanta dor no acto sexual, isto porque o preservativo também tem a função de "abrir" a vagina de forma a não haver dor.
    Aconselho sinceramente a experimentarem, é optimo.
    Beijinho

    ResponderEliminar